domingo, 21 de dezembro de 2008

Cuidados com a transmissão automática

O sistema de transmissão automática é bastante resistente e de elevada vida útil, desde que respeitados alguns cuidados básicos:
  • Verifique o nível de óleo da transmissão regularmente. Pouco óleo ou a ausência deste provoca a inoperância da transmissão além de danos;
  • Substitua o óleo da transmissão conforme o plano de manutenção do veículo;
  • Jamais engrene P (Park) com o veículo em movimento;
  • Não engrene a Ré com o veículo em movimento;
  • Evite ficar segurando o veículo em subidas acelerando. Esse procedimento aquece demasiadamente o óleo da caixa;
  • Evite realizar reduções violentas para 2 ou 1;
  • Utilize a seleção adequada a cada situação;
  • Em caso de longos períodos parado – em congestionamentos, por exemplo - coloque a alavanca em N;
  • Não acelere o motor para posteriormente engrenar uma opção. Faça-o em marcha lenta;
  • Não acelere o veículo mantendo-o parado com o freio;
  • Não trafegue com o motor desligado – a caixa será danificada por deficiência na lubrificação;
  • Da mesma forma, em caso de reboque, prefira o tipo plataforma que conduz o veículo totalmente fora do chão. Caso não seja possível opte por levantar o eixo de tração. Em casos de emergência o veículo deve ser rebocado com as rodas no chão por poucos quilômetros e em baixas velocidades.

seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário