segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Funcionamento da embreagem

Ao se pressionar o pedal, o disco de embreagem – que gira junto com a caixa de marcha – se afasta do platô, que por sua vez é solidário aos giros do motor.

A transmissão de movimento se dá por atrito. Ao se aliviar o pedal lentamente tem-se uma transmissão de movimento gradual, o que garante a suavidade necessária quando se arranca da imobilidade.

Manter a embreagem não completamente solta mantém uma transmissão parcial do torque, o que torna possíveis manobras como, por exemplo, a meia embreagem que mantém o veículo parado em ladeiras sem o uso do freio.

Cabe ressaltar que a meia embreagem deve ser reservada a casos de extrema necessidade, visto que o atrito provocado pelo deslizamento entre o disco e o platô provoca desgaste acentuado em ambos.

1 comentário

henrique costa disse...

quando se pressiona o pedal, cessa a forca que a mola membrana, que se localiza no plato da embreagem,exerce em cima do disco, que se afasta do volante do motor.
o disco que e solidario ao eixo piloto da caixa,parado,faz com cesse a transmissao de torque gerado pelo motor , sendo assim as engrenagens da caixa param , possibilitando a troca de marcha.

Postar um comentário