quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

SsangYong pede moratória

... Mas importador brasileiro tranquiliza compradores.

A montadora sul-coreana SsangYong pediu moratória a um tribunal de Seul, capital da Coreia do Sul. A decisão foi tomada depois de uma reunião com o grupo proprietário da marca, a Xangai Automotive Industry Company (SAIC), maior empresa automobilística da China.

A Ssangyong alega estar enfrentando problemas de liquidez devido à crise econômica, ocasionados principalmente pelo mau desempenho da empresa nas exportações.

Em dezembro, a retração das vendas foi de 53,5%, com 5 540 unidades vendidas. Para enfrentar a situação, foram anunciadas ações como paralisação na produção e o corte de salários e aposentadorias.

A marca também está presente no Brasil, onde comercializa os utilitários Actyon, Actyon Sports, Kyron e Rexton II, além do sedã Chairman.

A representante oficial da montadora no país informou que a SsangYong não deixará de produzir seus modelos na Coreia do Sul e manterá o fornecimento de peças originais ao mercado brasileiro. Segundo um comunicado da assessoria de imprensa da Districar, responsável pelas operações da SsangYong, "em dezembro de 2008 os diretores da empresa foram convocados a participar de negociações em Seul que resultou na garantia integral de fornecimento a todas as distribuidoras da marca em 115 países".

Fonte: Carro OnLine

seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário